escola

Há muito tempo eu não estudava. Nossa, e coloca tempo nisso, viu? Foram 2 anos e meio sem estudar, mas isso passou. Hoje comecei a estudar de novo em um colégio público, o que não era muito do meu costume… Mas, me acostumarei.

Já estudei em três colégios antes da ECIT Alice Carneiro. Colégio Conviver, Colégio Lourdinas e Colégio GEO Tambaú. Nada demais, né? Então, mas a diferença é muito grande, viu? Demais pra falar a verdade.

Bem, pra começar o colégio público trata você com uma certa humanidade. Liga pro que você pensa e não trata você apenas como uma nota qualquer. Quem estuda, estuda. Quem não, que pena.

Já no colégio particular, tudo é programado para você ser como um robô. No GEO, por exemplo, os professores não estudavam direito e parte dos inspetores podiam te tratar com uma certa grosseria que não é muito boa.

No Lourdinas, nem tanto. Porém, eles são mais rígidos com esse negócio de medicação e os inspetores são até legais, contanto que você não contrarie eles, né? O colégio até que é bom, mas se você não tiver no “padrãozinho”, não ajuda.

Eu tinha muito preconceito com o colégio público, mas hoje não tenho mais. Vejo que para algumas pessoas, o colégio público pode até ser uma melhor opção que o particular, porém tenho algumas ressalvas:

No colégio público, você não pode deixar a bolsa bolando… Eles podem te assaltar. E mais, lá tem filas pra lanches e almoço, e não é muito organizado. O material do governo é meio ralo, mas dá pro gasto. Fora isso, eu achei tudo muuuito bom, sério.

Esse é o meu desabafo, é só uma escrita de um post pra poder falar sobre o que eu penso em relação as diferenças das escolas. Porém, cada um pode pensar diferente e dizer que eu estou errado, afinal todos somos iguais e temos opiniões diferentes.

É só isso mesmo que eu queria dizer, obrigado pela atenção e tchau! 😛

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.